Tutorial Eventum (parte 2)

Chegamos a segunda parte do tutorial sobre o Eventum. E tenho uma novidade: o primeiro vídeo do QualidadeBR. Eu estava pensando, em como passar melhor as informações, e como nessa segunda parte do tutorial iremos aprender como trabalhar com o Eventum. Muita coisa fica difícil de entender e de explicar, usando apenas o texto. Portanto, espero  que o vídeo possa ajudar você, caro leitor(a), e complementar este tutorial.

Bem, agora é hora da ação. Mãos a obra!

Menu principal

A interface do Eventum é bem simples. Logo na página principal, já podemos ver quais são as funcionalidades principais.

Página inicial

  • Administration – clicando aqui, você irá para a página de administração do Eventum, que será melhor detalhada mais abaixo;
  • Create Issue – neste link que você clicará quando for cadastrar uma issue, ou seja, o  problema/bug;
  • List Issues – opção de listagem das issues já existentes, também permite a busca e a ordenação das issues por vários parâmetros;
  • Advanced Search – abrirá a busca avançada, permitindo uma busca bem detalhada e por diferentes parâmetros. Você ainda pode salvar as suas buscas;
  • Associate Emails – útil para a associação manual de issues com os e-mails dos responsáveis;
  • My Assignments – apresenta as issues que estão designadas ao usuário logado;
  • Stats – apresenta uma série de gráficos sobre as issues do projeto;
  • Reports – fornece uma boa quantidade de relatórios, baseados nas issues do projeto;
  • Internal FAQ – um FAQ interno é apresentado, sendo que este necessita ser criado antes na parte de administração;
  • Help – a ajuda do Eventum, que fornecer uma boa noção da ferramenta.

Administração

Agora veremos uma das principais páginas do Eventum, a de administração. O meu intuito é apresentar as principais funcionalidades, não terá como falar de todas por dois motivos: há muitas opções, o que resultaria quase num livro; e o não uso de boa parte das funcionalidades, o famoso pareto (onde 20% do software é mais usado).

Para acessar a página de administração, basta clicar sobre o link ‘Administration ‘.

eventum_02

Toda a navegação pelas opções ocorre na parte da esquerda da página, onde elas estão listadas. Na parte à direita, é feita toda edição da configuração desejada. As principais configurações são:

  • General Setup – aqui você poderá mudar as configurações de envio de e-mail, aquelas que você fez na instalação, poderão ser alteradas aqui. Há ainda a opção de configuração de outras funcionalidades, como as dicas diárias (Daily Tips) e a integração SCM (Source Code Management Sistema de Controle de Versão), sendo que o Eventum suporta o CVS e o Subversion (mais detalhes);

General Setup

  • Manage Custom Fields – é onde você poderá criar os seus campos customizáveis, definindo: seu nome (Title), descrição (Short Description), projetos onde serão usados (Assigned Projects), em qual formulário serão usados (Target Forms), se será ou não mostrado na lista de issues (Display on List Issues Page), o tipo do campo (Field Type), as opções do campo (Field Options), qual o papel mínimo de usuário que poderá visualizar o campo (Minimun Role); em qual posição ele estará (Rank);

  • Manage Statuses – o Eventum permite a customização dos status, possibilitando a criação, edição e deleção. Você poderá configurar os seguintes dados do estado:
    • Title – o título do seu novo status;
    • Abbreviation – a abreviação do seu status (três letras);
    • Rank – a posição do status;
    • Closed Context – caso selecionada a opção ‘Yes’, o status estará presente no formulário de fechamento da issue, caso contrário, ele estará no formulário de cadastro da issue;
    • Assigned Projects – em quais projetos o status estará presente;
    • Color – possibilita a escolha da cor do status, sendo que ela deverá estar em HTML (tabela de cores).

Manage Statuses

  • Manage Projects – nesta área você poderá criar e editar os seus projetos. Na instalação do Eventum um projeto já é criado: o Default Project. Você pode criar e configurar os seus próprios projetos. Veremos melhor a parte de criação de projetos mais a frente, aliás, o vídeo mostra a criação de um projeto;
  • Manage Users – no Eventum há sete níveis de usuário, sendo que o papel do usuário está associado ao projeto, ou seja, um usuário pode exercer papeis diferentes, dependendo de cada projeto:
    • Viewer – pode visualizar todas as issues dos projetos que ele está associado, e não pode criar ou editar issues;
    • Reporter – permite visualizar todas as issues associadas a ele, e também criar novas issues e enviar e-mail nas issues já existentes;
    • Customer – esta é uma permissão reservada para uma API de integração com o cliente, que permite que você integre o Eventum com a base de dados do seu CRM. Quando esta funcionalidade está habilitada, este papel de usuário pode acessar as issues associadas ao seu próprio cliente. Permite a criação de issues, atualização e envio de e-mails de issues já existentes (mais detalhes);
    • Standard User – o usuário padrão pode visualizar todas as issues dos projetos que ele está associado, criar/atualizar issues, e enviar e-mail e notas nas issues existentes;
    • Developer – ele é parecido com o ‘Standard User’, porém ainda permite separar os usuários que irão lidar com as issues, e a equipe de usuários que não lidar com suas próprias issues;
    • Manager – permite visualizar todas as issues dos projetos que ele é associado, criar/atualizar issues e enviar e-mails e notas nas issues existentes, Ele ainda pode, editar a área de administração do Eventum, menos a área de configuração;
    • Administrator – tem acesso total ao Eventum.

    Para criar um novo usuário, basta informar as seguintes informações: o e-mail do usuário (nele será enviado o e-mail pelo Eventum), a senha, o nome, e quais projetos que ele participará e qual será o seu papel.

Manage Users

Criando um projeto

Antes de começar a utilizar o Eventum pra valer é necessário criar um projeto antes. O Eventum é organizado por projeto e cada um pode ter suas características específicas.

Abaixo, explico cada um dos campos existentes no formulário de cadastro do projeto.

Manage Projects

  • Title – o nome do projeto;
  • Status – o estado do projeto, que pode ser ‘Active‘  (usado na criação) ou ‘Archived‘ (usado no fechamento do projeto). Como estamos criando um projeto selecionamos a opção Active;
  • Customer Integration Backend – área para configuração da integração com o CRM, citada anteriormente. Lembrando que para utilizar essa função é necessário adicionar uma classe no código do Eventum. Portanto, selecionamos a opção No Customer Integration, pois não iremos usar essa funcionalidade;
  • Workflow Backend – como o nosso projeto não tem integração, selecionamos a opção No Workflow Management no combo box;
  • Project Lead – selecionamos o líder do projeto, dentre os usuários já cadastrados. Se você só tem o usuário Admin cadastrado, basta ir na opção Manage Users, explicada anteriormente, e cadastra os usuários que fazem parte do projeto. O cadastro é bem simples;
  • Users – selecionamos os usuários que participarão do projeto;
  • Statuses – aqui escolhemos quais status serão usados no projeto;
  • Initial Status for New Issues – quando a issue é criada ela tem um status inicial, definimos ele aqui como discovery (descoberto);
  • Outgoing Email Sender Name – informamos qual o nome do remetente do envio de e-mail;
  • Outgoing Email Sender Address – colocamos o endereço de e-mail do remetente;
  • Remote Invocation – caso habilitado (Enabled) permitirá o uso de CLI pelos desenvolvedores para ver e editar as informações, sem o uso de navegador web (mais detalhes). Selecionamos a opção ‘Disabled‘;
  • Segregate Reporters – opção, que caso habilitada (Yes) que permite que os usuários com o papel ‘Reporter’ sejam capaz de ver somente as issues reportadas por eles. Selecionamos a opção ‘Yes‘.

Pronto, nosso primeiro projeto está pronto, ou melhor, quase pronto.  Ainda necessitamos configurar, pelo menos, duas características do projeto (Categories e Priorities):

  • Releases – onde são cadastrados as releases, usados durante o cadastro da issue, para definir qual versão, representa o deadline para a correção da issue. Sendo esse campo opcional;
  • Categories – precisamos definir as categorias do projeto, que podem ser entendidas como os módulos da aplicação. Por exemplo: login, cadastro de usuários, vendas, etc. Sendo o seu cadastro requerido, pois durante o cadastro de uma issue necessitamos informar em qual categoria o bug ocorreu;
  • Priorities – cadastro das prioridades. Sendo o seu cadastro requirido, pois precisamos definir qual a prioridade da issue, durante o seu cadastro. Você pode usar as mesmas prioridades do ‘Default Project’ ou criar as suas próprias;
  • Phone Support Categories – adicionar uma categoria de telefone do suporte, que aparece na edição de uma issue, na parte ‘Phone Calls’. Geralmente, é usado apenas em equipes de Suporte. O seu cadastro opcional;
  • Anonymous Reporting – permite o reporte Anonymous de issues, que na verdade, possibilita que o usuário reporte uma issue sem precisa logar no Eventum. Para isso ele precisa habilita o ‘Anonymous Reporting’ e escolher o usuário que poderá fazer isso, a categoria, a prioridade e a pessoa que será associada à issue, que será cadastrada sem o login no Eventum. Feito isso o usuário pode deslogar do Eventum, e na tela de login aparecerá uma nota avisando que ele poderá reportar issues sem realizar o login, usando uma determinada URL. Esta configuração é opcional;

Login Anonymous

Anonymous Reporting

  • Fields to display – aqui você pode definir quais campos podem ser visualizados, por quais níveis de usuário. Essa configuração é opcional;
  • Columns to display – possibilita a configuração de quais campos serão apresentados na listagem de issues. Sendo essa configuração opcional.

Essas são as configurações necessárias para criar um novo projeto. Agora com o seu projeto pronto, já poderemos cadastrar a nossa primeira issue. Porém, só na próxima parte desse tutorial, aliás será a última. Onde veremos os seguintes tópicos: reporte e fechamento de uma issue, criação de um campo customizado e o envio de e-mail automático.

Mas antes de encerrar a segunda parte, segue abaixo o vídeo que eu havia comentado no começo do post. Ele apresenta a criação e configuração de um novo projeto, espero que vocês gostem. Até a próxima!

Se você quiser fazer o download do vídeo, com qualidade máxima e sem esses zooms (tive que fazer devido a qualidade do vídeo no Youtube), segue abaixo, o link:

http://www.mediafire.com/?wdahjm3zjiy (tamanho 4,62 MB)

Fique por dentro das novidades, assine o feed do QualidadeBR.
Assine o feed

Fonte:

http://eventum.mysql.org/wiki/

Anúncios

6 comentários sobre “Tutorial Eventum (parte 2)

  1. Parabens Fabrício.

    Deixou muito fácil para quem não tem muita experiência com a ferramenta. E o vídeo ficou show de bola (Com Zoom e tudo)!

    Até mais,

    André

    Responder
  2. Pingback: Tutorial Eventum (parte 3) « QualidadeBR

  3. Boa tarde ,

    Uma curiosidade , você sabe se é possível criar link de help para campos customizados ?

    Obrigada ,
    Christiane.

    Responder
    • Olá Christiane,

      Via interface web acredito que não seja possível, pelo menos nunca vi essa funcionalidade.

      O que pode ser feito, é incluir o help no código do Eventum, mas aí é preciso dá uma estudada no código e ver onde é possível adicionar o help.

      Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s