Qualidade de Software – Processo ou Projeto?

Essa é uma daquelas perguntas que muitos responderiam começando com “Veja bem” e como já diria um amigo meu, quando você inicia uma resposta com “Veja bem” você provavelmente irá enrolar, o popular “encher lingüiça”.

Antes de responder a essa pergunta precisamos, definir e diferenciar projeto de processo:

Um projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. (PMBOK)

Um conjunto de atividades, métodos, práticas e tecnologias que as pessoas utilizam para desenvolver e manter software e produtos relacionados. (CMM)
Pela própria definição já conseguimos notar a diferencia principal entre projeto e processo, que é a duração de cada um. O projeto tem início, meio e fim, já o processo é contínuo. Para exemplificar essa diferença, vou usar dois exemplos:
O casamento é um projeto, ele tem início com os requisitos (igreja, tipo de comemoração, lua-de-mel, etc), meio com a elaboração do projeto (tempo, pessoas envolvidas, etc) e com a execução (convite dos convidados, aluguel do local da festa) e por fim o casamento em si.
A vida de casal seria (ou deveria ser) um processo, pois é contínua, já possui procedimentos (ex. almoço na casa da sogra no domingo) e artefatos (ex. o próprio almoço na casa da sogra) estabelecidos.
Qualidade de Software como processo
A Qualidade de Software é vista como processo, quando ela já tem um processo definido, regular e previsível, todo input (entrada) feito para a Qualidade de Software respeitará esse processo. Um exemplo seria a área de Qualidade de uma fábrica de Software, cujos softwares desenvolvidos passam pela Qualidade seguindo o processo dessa área. Ou seja, o processo será sempre reusado, o máximo que haverá será customizações e melhorias.
Qualidade de Software como projeto
Um grande projeto será desenvolvido pela empresa XPTO e será necessário o envolvimento da equipe de Qualidade atual da empresa e a contratação de novos funcionários. A equipe de Qualidade notou que o seu processo não está adequado para a magnitude do projeto, portanto ele terá que sofrer grandes modificações.
No caso citado acima, a Qualidade de Software será um “subprojeto” do projeto, portanto ele pode ser classificado como projeto de Qualidade de Software, afinal os esforços a serem dedicados serão temporários (o período do projeto). Haverá necessidades de renovação, mudança, criação e inovação, e o fluxo estabelecido poderá ser válido só para aquele projeto, e muitas vezes ele não será reusado em sua integridade em outros projetos, portanto ele se torna singular.
Conclusão
A visão de Qualidade de Software muitas vezes é confundida entre projeto e processo, ambos podem ser associados a Qualidade de Software. O diferencial para ela ser um processo ou um projeto será a maneira que ela é implantada na empresa. O importante é definir as atividades, métodos, práticas e tecnologias, pois são eles os componentes tanto de um processo quanto de um projeto.

Fique por dentro das novidades, assine o feed do QualidadeBR.
Subscribe

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s